Imagine viver uma vida tendo que fingir comportamentos: forçar uma vida social, forçar sorrisos, forçar contato visual, fingir que está tudo bem no lado externo enquanto o caos do mundo cria um turbilhão na sua cabeça. 

Imagine não conseguir ir em churrascos e confraternizações.
Imagine não conseguir expressar sentimentos quando necessário.
Imagine ser interpretado como rude ou mal educado sem saber o motivo.

Imagine ir ao supermercado e querer sair correndo desesperadamente, pois os estímulos sensoriais esgotam sua capacidade de existir naquele lugar.

Imagine ser humilhado por ser quem você é.
Imagine ter de mudar quem você é por ser humilhado.

Por que eu sei tanto sobre Doctor Who e café?
Por que, em dois meses, fiz mais de 50 desenhos sem nunca ter desenhado na vida?
Por que gravei mais de 100 podcasts em 3 meses?
Por que eu sei TANTO sobre os meus interesses pessoais, mas tão pouco sobre como conviver em sociedade?

Imagine, então, saber que tudo isso tem um motivo. Imagine o alívio de saber que eu não estava errado ou que eu não deveria me culpar por ser quem eu sou. O problema não sou eu.

Passei quase 30 anos mudando quem eu sou para me encaixar nas vontades do mundo. Agora que o mundo se adapte a mim. 🌻 

Gostaria de agradecer imensamente à @psi.giseletridapalli pela empatia e trabalho maravilhoso durante o processo de diagnóstico. Neste mês decidi solucionar a dúvida que tanto me perseguia e que agora vem como um recomeço, pois tenho a oportunidade de rever tudo o que vivi e sofri para, a partir de agora, crescer. Não mudar quem eu sou, mas evoluir quem me tornei.

Quando eu estiver preparado, postarei um vídeo falando com mais detalhes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s