Jonathan Holdorf. 2021.

Intensidade que afaga a alma.
Tipo o aroma do café,
que dança na coreografia dos sentidos;
acalma, protege – tão somente me entrego a ela.

Faço-me de bobo, pois é o prato que posso servir.
Quentinho – de quando em quando picante.
Tato inalcançável, como aquele do aroma de café.
Que voa.
Fica e some.
Some e fica.
Entorpece;
Escapa pelo ar;
Mistifica.

“O que causa o intenso tão forte?”
Digo eu.
“Arde!”
Respondo para mim.
Fico sem saber, pois somente sabe
quem procura entender.

Se entender quisesse,
beberia café.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s